Por: Marco Clivati –

Não se trata de profecia de Nostradamus nem de previsão da Mãe Dináh. Este é o enredo da nova produção da BBC, intitulada Carnage − Swallowing The Past (Carnificina − Engolindo o Passado, em tradução livre). Escrito e dirigido pelo comediante inglês Simon Amstell, o filme se passa em 2067 e mostra, de forma cronológica, como carne, ovos e derivados de leite animal tornaram-se ilegais no Reino Unido e mudaram toda a sociedade.

Na ficção de Amstell, um dos gatilhos dessa mudança acontece depois que cientistas desenvolvem uma máquina capaz de traduzir os sentimentos dos bichos. Ao conseguir ouvir o que os animais têm a dizer, uma onda de conscientização se espalha e a tão sonhada liberdade animal ganha força.

Apesar de ser carregado de humor, o filme tem como essência fazer as pessoas refletirem como os humanos, daqui a 40 anos, vão encarar a realidade de como os animais são tratados nos dias atuais.

Se o mundo vai se tornar vegano daqui a quatro décadas, ainda é uma incerteza. Nossa única certeza é a de que não precisamos de equipamentos ultratecnológicos para saber que, hoje, os animais estão sofrendo e clamando por ajuda. E mais, o veganismo vem crescendo e se espalhando pelo mundo em ritmo acelerado. O dia em que todas as jaulas estarão vazias está cada vez mais próximo.

Esse texto foi retirado da Revista dos Vegetarianos, seção Editorial, edição 127.